Metalúrgicos lançam Campanha contra Reforma da Previdência em Pernambuco 

O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco inicia o mês de fevereiro aderindo à Campanha contra a Reforma da Previdência Social, encabeçada pela CNM/CUT (Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT) em todo o país. O objetivo é conscientizar todos os trabalhadores e trabalhadoras, em especial os da categoria, assim como a sociedade sobre os impactos que a reforma causará nas aposentadorias.

 

Com o slogan “Sua Aposentadoria acaba aqui”, referindo-se a um buraco, a campanha terá uma  agenda unificada de mobilização da categoria metalúrgica, que prevê uma série de ações, como assembleias e atos nas portas de fábrica, panfletagem, criação de Comitês contra a Reforma da Previdência e audiências públicas nas Câmaras Municipais, e acontecerão simultaneamente em todo o Brasil.

 

Para Henrique Gomes, presidente do Sindicato, essa ação é de extrema importância para barrar o retrocesso e garantir os direitos dos trabalhadores. “Pretendemos esclarecer sobre os impactos negativos dessa reforma e deixar claro que o futuro da classe trabalhadora está em jogo. Além disso, temos que orientar os trabalhadores a cobrar, principalmente, os deputados da nossa região a votarem contra ela no Congresso Nacional”, explica, ressaltando: "Há ainda a proposta de igualar a idade de aposentadoria da mulher a do homem, quando sabemos que as mulheres chegaram e ainda estão chegando ao mercado de trabalho, mas continuam com uma terceira jornada em casa, cuidando do lar. Os homens ainda não fizeram o caminho inverso e seria injusto aumentar a idade limite da aposentadoria das trabalhadoras".

 

O Congresso Nacional está retomando suas atividades e a principal pauta de 2017 é acabar com os direitos dos trabalhadores. A campanha denunciará o que a reforma nas aposentadorias significa e desmentirá a propaganda enganosa que o governo está veiculando. “Vamos mobilizar toda a categoria metalúrgica e a sociedade, nas ruas e nas portas das fábricas. Estaremos com o carro de som em várias regiões de Pernambuco, entregaremos material especifico para alertar contra a reforma. Somente com luta e mobilização vamos conseguir impedir que destruam nossos direitos. Direitos se conquistam e se ampliam, não se retiram”, explica Henrique Gomes. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + dezessete =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp