SINDMETAL-PE PEDE AO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO QUE NOTIFIQUE REDE DOR´R SOBRE PLANO DE SAÚDE DO EAS

Na manhã de ontem (3), na sede da Procuradoria Regional do Trabalho da 6° região, o Sindmetal-PE esteve participando de audiência juntamente com representantes do Estaleiro Atlântico Sul (EAS) para resolver a situação do descredenciamento da Rede DOR´R (hospitais Esperança Recife e Olinda, Hospital São Marcos e Memorial São José, Hospital Samaratino, Hope e SOS Mãos).  A Rede DOR´R deixou de prestar serviço aos trabalhadores do EAS e justifica que foi solicitado o seu descredenciamento, por sua vez o EAS afirma que a iniciativa partiu da rede.
Sendo assim o Sindmetal-PE acionou o Ministério Público do Trabalho (MPT) para entender e solucionar o impasse uma vez que os maiores prejudicados são os trabalhadores e trabalhadoras que estão sem assistência médica. Ficou decidido que no próximo dia 25 o EAS apresentará a relação dos credenciados e dos descredenciados e quanto a Rede DOR´R, que foi notificada pelo MPT para apresentar informações sobre a negociação com o estaleiro e a relação dos novos serviços internos médicos firmados com o EAS.
O Sindmetal-PE esclarece que só pôde intervir nessa mediação pelo fato de o Plano de Saúde do EAS ser de autogestão, ou seja, é gerido pela própria empresa que no caso é competência do MPT, diferente de planos privados.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp