Apresentação

Apresentação

 

História

Fundado em 21 de novembro de 1935, o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (SindMetal-PE) nasceu em uma época onde a luta da classe operária pela melhoria das condições de trabalho e garantia dos seus direitos estava intensificada. Nesse período, a Classe trabalhadora dobrava seu contingente, com cerca de 1.500.000 trabalhadores nas indústrias. A luta das categorias contra a fome e a carestia atingiu cerca de 800.000 operários. Só em São Paulo realizaram-se mais de 800 greves. Em 1953, realizou-se a greve dos 300.000 trabalhadores de São Paulo (trabalhadores de empresas têxteis, metalúrgicos e gráficos).

Os grevistas reivindicavam liberdade sindical, contra a presença das forças imperialistas, em defesa das riquezas nacionais – campanha pela criação da Petrobrás e contra a aprovação e aplicação do Acordo Militar Brasil – EUA. Na ocasião, foi criado o pacto de Unidade Intersindical, que viria a se transformar no PUA (Pacto de Unidade e Ação). Criou-se também o PIS (Pactos Intersindicais) na região do ABC. Nos anos 1950 e 1960 as grandes greves da região foram resultados de ações intensas dos sindicatos para as campanhas salariais.

Em meio a esse período de efervescência política, era idealizado o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (SindMetal-PE), que atualmente tem 63 anos de história. No entanto, foi após muita luta, a partir de 1978, que os trabalhadores retiraram o sindicato das mãos dos “pelegos”, que só atendiam aos interesses dos patrões. Indignado, um grupo de metalúrgicos se reuniu em oposição às injustiças trabalhistas que eram cometidas.

Os trabalhadores se organizaram e, em 1979, promoveram a primeira Assembleia que viria trazer a mudança de postura do Sindicato. O grupo conseguiu reunir mais de 5 mil metalúrgicos para participar do ato. Posteriormente, montou-se uma chapa para concorrer às eleições e os metalúrgicos assumiram a direção de uma campanha para eleger uma comissão de negociação que tratasse dos interesses do trabalhador.

Através deste grupo, a categoria passou a se sentir representada e ser mais bem informada sobre as decisões que a envolvia. Esses acontecimentos inspiraram o sentimento de luta nos metalúrgicos e, para caracterizar esse espírito, criou-se a mascote Zé Ferrugem. Atualmente, o sindicato possui 54 diretores e tem à frente como presidente Henrique Gomes e Maurílio Caetano como vice presidente.

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp