Marco na história brasileira e mundial dia 21 de abril também é considerado o dia do metalúrgico.

“Marcado por lutas históricas esta data é relembrada pelo suor e sangue daqueles que jamais fugiram da luta em prol do que acreditaram”.

No dia 21 de abril, muitos brasileiros celebram o feriado de Tiradentes, em homenagem ao líder da Inconfidência Mineira que teve sua vida sacrificada em prol da luta pela independência do Brasil. No entanto, para os metalúrgicos, essa data é lembrada como um dia de luta e resistência contra a opressão e a exploração do trabalhador.

A data marca o Massacre de Chicago, ocorrido em 21 de abril de 1919, quando milhares de trabalhadores se reuniram em uma manifestação pacífica em defesa da jornada de trabalho de oito horas diárias. No entanto, ao final do protesto, houve confronto com a polícia, resultando em mortes e prisões.

Desde então, a luta pela jornada de trabalho de oito horas diárias tem sido uma bandeira dos trabalhadores metalúrgicos, que enfrentam longas jornadas e condições de trabalho precárias.

Além disso, os metalúrgicos também lutam por melhores salários e direitos trabalhistas, em meio à crise econômica e política que o Brasil enfrenta. A categoria tem sido uma das mais afetadas pelos impactos da pandemia de Covid-19, com demissões e reduções salariais.

Por isso, o dia 21 de abril é lembrado como um momento de reflexão sobre a importância da luta dos trabalhadores e da solidariedade entre os companheiros de trabalho. É um dia para reafirmar a necessidade de organização e mobilização para enfrentar os desafios presentes e futuros.

Apesar das dificuldades, os metalúrgicos mostram sua força e resistência, lutando por seus direitos e pela justiça social. Nesse dia, é importante lembrar que a luta continua e que é preciso estar unido para alcançar as vitórias.

Por isto, nesta data vale lembrar que o SINDMETAL-PE (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Pernambuco) é uma entidade sindical que representa os trabalhadores que engloba o trabalho de formação e de aglutinação do pensamento jurídico. A atuação é voltada não só para questões internas da categoria, mas também para questões nacionais de interesse dos trabalhadores e da sociedade. O próprio Sindicato também age nas áreas cível, previdenciário, penal e nas questões coletivas que garantem as conquistas da categoria metalúrgica desses setores no estado de Pernambuco. Fundado em 1957, o SINDMETAL-PE tem como objetivo defender os interesses dos trabalhadores nas indústrias, promovendo ações para o desenvolvimento econômico e social no setor metalúrgico.

Além de atuar na defesa dos direitos dos trabalhadores perante as empresas, o sindicato também busca promover o debate entre os trabalhadores, por meio de reuniões, congressos, convenções e assembléias. O SINDMETAL-PE também é responsável por estabelecer acordos coletivos e individuais.

Entre as principais atividades do SINDMETAL-PE estão a realização de convenção coletiva com força de lei, direito dos trabalhadores que nunca fiquem a mercê das empresas pensando sempre na categoria metalúrgica visando os interesses da classe trabalhadora  perante governos e órgãos reguladores, a prestação de serviços de assessoria jurídica e a representação em fóruns e conselhos.

O SINDMETAL-PE é considerado uma referência no setor metalúrgico em Pernambuco, sendo reconhecido pela sua atuação em defesa dos interesses dos trabalhadores e associados e não associados em seu desenvolvimento.

O sindicato parabeniza os companheiros de luta da classe trabalhadora nesta data de luta histórica pelos dos trabalhadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − 14 =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp