Sindmetal realiza assembleia histórica de prestação de conta

Visando tornar o Sindicato um espaço mais democrático e participativo, a atual gestão do Sindmetal realizou no dia 25 de março uma assembleia de prestação de contas referente ao ano de 2016. Com o auditório lotado de trabalhadores, o ato contou com a participação de um contador, advogado, além dos diretores responsáveis pelas pastas da Secretaria Geral, Finanças, assim como o presidente Henrique Gomes. Juntos, apresentaram, com detalhes, como o dinheiro dos associados vem sendo investido em benefícios para os trabalhadores.

Presente na carta-proposta apresentada na última campanha, essa atitude tem como principal fundamento aproximar a classe metalúrgica e os trabalhadores do Sindicato. "Nós sempre lutamos por uma gestão participativa, transparente e de bastante diálogo com o trabalhador. Apresentar as contas, mostrar onde o dinheiro está sendo aplicado, os resultados, os investimentos, é uma maneira de respeitar o trabalhados e trazê-lo para o Sindicato, para opinar e participar", ressalta Henrique Gomes, presidente da instituição.

O secretário de finanças, Cavalcanti, ressaltou alguns dos principais projetos que saíram do papel no último ano, como a abertura e melhoria das subsedes de Caruaru e Belo Jardim. “Pudemos aproximar o Sindicato dos trabalhadores de outras regiões, fazendo com que eles não precisem se deslocar para o Recife para poder resolver assuntos jurídicos, por exemplo”, explica. O contador Tulio Jose Correia de Sousa apresentou quanto foi arrecadado, quanto foi investido no pagamento de dívidas antigas, na reestruturação do Sindicato, nos investimentos em profissionais e na criação de novos serviços, como a Clínica Médica Henrique Cossart, que recebeu equipamentos de ponta, além de contratação de equipe especializada.

“Esse tipo de prestação de contas é bastante importante até para estimular outros trabalhadores a se associarem, para que muitos outros projetos possam ser realizados em prol da categoria e dos trabalhadores”, destaca Tulio. Ao final de assembleia, o secretário geral, Edson Araújo, abriu votação para que os presentes pudessem expor se concordavam ou não com os resultados apresentados. Por unanimidade as contas foram aprovadas.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

11 − um =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp