Nota de repúdio

O Sindmetal-PE, através da Secretaria de Igualdade Racial vem a público manifestar solidariedade à família do congolês Kabagambe Moises, de 24 anos, morto na segunda-feira (24/01) no Rio de Janeiro. Segundo familiares, Moises foi vítima de uma sequência de agressões após ter cobrado dois dias de pagamento atrasado. Seu corpo foi achado amarrado em uma escada. Um crime brutal e que caracteriza racismo, uma vez que o jovem era de origem africana e imigrante.

O Sindicato repudia qualquer ato que venha atacar os direitos dos trabalhadores (as), da juventude, das mulheres, da comunidade LGBTQIA+ e da população negra, com a tentativa de intimidar, censurar, calar, e de exercer seu papel dentro da sociedade.

Cobramos das autoridades apuração rigorosa e punição dos  responsáveis.

Recife, 02 de fevereiro de 2022.

Secretária de Igualdade Racial do Sindmetal-PE

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − quinze =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp