Paulista atrai novos empreendimentos

O município de Paulista, localizado na Região Metropolitana do Recife (RMR), é forte candidato a se tornar um novo distrito industrial. Isso porque a chegada da InBetta, que investiu R$ 160 milhões na construção de uma fábrica e de um centro de distribuição às margens da PE-22, atraiu mais cinco empreendimentos para a região. Na inauguração da InBetta, nessa terça-feira (17), o prefeito da cidade, Junior Matuto, apesar de não adiantar quais os nomes e previsão de instalação, revelou que as novas fábricas vão se instalar no entorno da InBetta.

Os empreendimentos devem investir mais R$ 40 milhões e gerar 800 novos postos de trabalho na cidade. “Não posso falar muito no momento, já que estamos no processo de negociação. No entanto, posso garantir que a vinda dessas empresas vai somar com a InBetta no desenvolvimento social e econômico do município”, afirma Matuto.

Com 70 anos de história, o lema da InBetta é investir para crescer e não foi aleatória a escolha de Paulista para esse aporte milionário. “Somos uma fábrica e temos como princípio funcionar na região metropolitana, pois gostamos de ficar perto de grandes centros, por isso a escolha da cidade, em particular”, comentou o presidente da Inbetta, Eduardo Bettanin. Além das linhas tradicionais de seu conglomerado de marcas – Bettanin, Atlas, Sanremo, Primafer, Ordene e SuperPro -, a Inbetta vai produzir em Pernambuco uma linha exclusiva de garrafas térmicas. “A fábrica pernambucana produzirá o item com exclusividade e a partir daqui vamos distribuir para os demais centros da InBetta no Brasil”, adianta Bettanin.

Leia também:
Inbetta inaugura fábrica em Paulista
Paulista repassa a Noronha tecnologia de uso do tablet na saúde 

Inbetta foi incentivada pelo Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), que terá um incentivo fiscal entre 47,5% a 75%, por estar localizada na Região Metropolitana do Recife. “O Prodepe promove incentivo por produto, não pela atividade da empresa, por isso a variação percentual”, explica o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Leonardo Cerquinho.

Para o governador do Estado, Paulo Câmara, presente na inauguração, a chegada da InBetta mostra a confiança dos investidores em Pernambuco. “Essa negociação começou em 2016 e há 13 meses lançamos a pedra fundamental dessa fábrica. Hoje, em tempo recorde, fizemos tudo acontecer”, disse o administrador de Pernambuco. 

   Mirabilandia

Indústria à parte, a cidade de Paulista deve receber dentro de pouco tempo mais um aporte milionário, uma vez que, segundo Junior Matuto, está perto de ser resolvido o verdadeiro imbróglio que envolve a ida do Mirabilandia Park para a região.

 “Na segunda passada, com a determinação do governo do Estado, a Prefeitura de Paulista teve uma reunião com o pessoal do CPRH e da Secretaria de Meio Ambiente e, se Deus quiser, daqui a 90 dias, a licença do Mirabilândia está sendo liberada”, revelou o gestor, que diz que a partir daí, são mais R$ 50 milhões investidos em Paulista, com a criação de mais 280 empregos diretos para a população local.

 

Fonte: https://www.folhape.com.br/economia/economia/economia/2018/04/18/NWS,65601,10,550,ECONOMIA,2373-PAULISTA-ATRAI-NOVOS-EMPREENDIMENTOS.aspx 

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − 1 =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp