Vitória! Dirigente Sindical é reintegrado na empresa GRI

O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal-PE), junto com toda a diretoria, realizou nesta manhã de terça-feira (06/10), uma mobilização na empresa Gestamp-GRI, localizada no Cabo de Santo Agostinho – PE, contra a demissão arbitrária, descabida e antissindical do dirigente Djalma Ramos.

Vale destacar que, ontem (05/10), houve uma assembleia geral, com os trabalhadores na porta da empresa, para reivindicar aumento no vale- alimentação, melhorias no refeitório e na comida, entre outras questões. Logo em seguida, o Sindmetal-PE foi surpreendido com a demissão do companheiro Djalma; ele é da base sindical e vinha sofrendo perseguição, por defender os direitos dos trabalhadores dentro do chão de fábrica.

Hoje, pela manhã, toda diretoria participou de mais uma assembleia na porta da empresa, para dar retorno à classe trabalhadora sobre as negociações com os patrões. Na ocasião ficou aprovado por ampla maioria que todos cruzariam os braços e retornariam para casa em solidariedade ao companheiro Djalma Ramos afastado, e só voltariam ao trabalho quando o sindicalista fosse reintegrado e a pauta de reivindicações fosse atendida.

Com o anúncio da paralisação dos trabalhadores e trabalhadoras, a direção da GRI enviou uma Comissão de Negociação, para discutir a volta do dirigente sindical amanhã (07/10) e também para fechar o restante da pauta. No comprometimento com esse pleito, representando a empresa, estavam presentes o supervisor geral Sr. Osmar e a Sra.Edja.

Na verdade, a reintegração do dirigente sindical Djalma Ramos, representa uma grande VITÓRIA não só para os metalúrgicos (as) e sim para toda a classe trabalhadora pernambucana. O Sindmetal-PE continua firme na luta em defesa de um sindicalismo livre, plural e democrático, com a participação efetiva dos trabalhadores e trabalhadoras.

O presidente em exercício do Sindmetal-PE, Maurilio Caetano, ressaltou que o sindicato não pode se calar diante de injustiças, perseguições e arbitrariedades. E reforçou ainda a importância da organização dos metalúrgicos, dentro do chão de fábrica, principalmente, no momento em que o cenário econômico não está favorável aos trabalhadores.

Juntos somos mais fortes!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp