Sindmetal-PE cobra da Gerdau respeito aos trabalhadores da empresa


 

Um trabalhador da Gerdau Curado se acidentou gravemente no dia 30 de novembro, enquanto trabalhava à noite, na área de laminação. O operador Paulo Pereira (mecânico) estava fazendo uma intervenção em uma máquina quando a escada onde ele se localizava quebrou, fazendo com que ele caísse e fraturasse a perna esquerda.

Só após duas horas, com uma fratura exposta na perna, é que o trabalhador conseguiu ser socorrido. “O trabalhador estava sozinho na área. Também temos uma ambulância nova, mas que sempre está quebrada ou sem ter quem viabilize a sua utilização”, explicou o presidente do Sindmetal-PE, Henrique Gomes.

Na manhã do dia 1º de dezembro o Sindicato junto com os trabalhadores paralisou as atividades em protesto contra as causas do acidente. “A empresa não tem enfermagem à noite. O trabalhador estava sozinho e quando o vigilante foi buscar a ambulância, ela estava quebrada. Um absurdo atrás do outro e vamos cobrar providências”, continua Henrique Gomes.

O caso será encaminhado para o Ministério do Trabalho e ao Comitê dos Trabalhadores Nacional e Internacional da Gerdau. “Esse tipo de coisa não pode acontecer. Precisamos que os pais e mães de família voltem com saúde e em segurança para casa”, conclui Henrique.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 + 7 =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp