Sindicato denuncia irregularidades e desmandos na Simisa

O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal-PE), com a participação de dirigentes sindicais, realizou na manhã desta sexta-feira (07/08) uma mobilização na empresa SIMISA localizada em Pontezinha, Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. O objetivo foi apoiar a classe trabalhadora metalúrgica e, ao mesmo tempo alertar a empresa sobre irregularidades e desmandos que estão sendo cometidos.

Segundo denúncias, a empresa está colocando 26 trabalhadores de férias sem nenhum pagamento, por  seguir uma Medida Provisória do Governo Bolsonaro, que já caducou, ou seja, não está mais em vigor.

O clima é de insatisfação dentro da SIMISA. Os funcionários não aceitam essa atitude arbitrária e descabida em plena Pandemia da COVID-19. Eles cobram respeito e querem que a medida seja revista pelos gestores da empresa.

O presidente do Sindmetal-PE, Maurílio Caetano, se mostra solidário com às reclamações dos trabalhadores e afirma que, a entidade sindical vai lutar pela reparação dos direitos dos 26 prejudicados. “Foi uma decisão precipitada da SIMISA, que de forma unilateral colocou esses companheiros de férias, Vamos cobrar uma resposta da empresa o mais rápido possível, visando reparar esse erro absurdo e inconsequente”, comentou.

O sindmetal- PE continuará firme na luta, e acima de tudo vai se manter juntos e mobilizados em defesa dos direitos dos trabalhadores metalúrgicos de Pernambuco.

#juntossomosmaisfortes

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + seis =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp