Campanha salarial 2019/2020, do setor automotivo de  Goiana   

Atenção trabalhadores do polo automotivo de Goiana Jeep, FCA Jaboatão dos Guararapes e MMH do Cabo de Santo Agostinho:

O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal-PE) participou nesta terça-feira (10/12), da segunda rodada de negociação, com os representantes do setor automotivo de Goiana Jeep, FCA Jaboatão dos Guararapes e MMH do Cabo de Santo Agostinho.

Na oportunidade, foram apresentadas propostas absurdas para a classe trabalhadora, o que só demonstra que essas empresas discriminam e tratam com desrespeito cada vez mais os trabalhadores e trabalhadoras. As empresas só pensam em obter lucros e jamais em benefícios para estimular seus funcionários (as).

Perguntar não ofende: quando os trabalhadores e trabalhadoras da Jeep em Goiana vão acordar para a realidade e entender que essa luta é deles também? Entendemos que é uma luta desleal, porém sem esforço, compromisso e participação, os trabalhadores (as) serão os maiores prejudicados (as). Mais do que nunca é preciso reagir, lutar e defender nossos direitos, porque a “gente acaba perdendo o que já conquistou”.

          Veja abaixo as propostas oferecidas pelas Empresas:

 

  • As empresas só querem repassar a inflação dividido em duas vezes + ou – 1,5% + 1,5%

 

  • As empresas só querem reajustar o PLR de acordo com a inflação + ou – 3%

 

  • Baixar o adicional Noturno de 40% para 25%

 

  • Baixar as horas extras para 50%

 

  • Aplicar o horário 12×36 em toda a fábrica, produção e ADM

 

  • Implementar a Carteira Verde Amarela, onde quem ganha mais de 1 salário mínimo e meio será desligado para implementar o novo projeto do governo da carteira Verde e Amarela e as empresas terem menos custos

 

  • A empresa quer que os trabalhadores trabalhem todos os sábados, sem pagar horas extras, essas horas vão para o Banco de Horas da parada

 

  • Os trabalhadores pagarem todas as horas que ficam pendente das horas da parada técnica, ou seja, não zerar mais e os trabalhadores terem que pagar todas as horas.

 

  • Baixar as horas extras dos feriados e domingo de 100% para *80%

 

  • Implementar só 30 minutos do horário de refeição

 

  • Fazer Redução de Salário e Carga horário quando as empresas formalizarem crise

 

  • Cobrar uma taxa + R$ 12,00 para levar a cesta na sua casa, fora os R$ 10,00 já que se paga total R$ 22,00

 

  • Implementar as férias coletiva no dia 25.12 feriado do Natal e dia 01.01 ano novo para ganhar em cima doa trabalhadores 2 dias.

 

  • Trocar o plano de saúde para um plano próprio, no qual a empresa vai gerenciar e liberar quando quiserem seus exames, ou seja aqueles trabalhadores e trabalhadoras que começarem a ter problema de saúde relacionado ao trabalho e forem fazer os exames a empresa em primeira mão vai saber na hora qual os companheiros e companheiras que vão requisitar, poderão ser retaliados antes de fazerem seus exames, ou seja demitido para não criar um problema futuro judicial sobre que adquiriu a doenças no ambiente do trabalho através do Movimento e esforços Repetitivo (LER) e Dort por distúrbio osteomusculares relacionados ao trabalho.

 

#juntossomosmaisfortes

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

16 − dois =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp