Lula encerra visita a Pernambuco com grande ato político no Classic Hall em Recife

Lula encerrou sua passagem por Pernambuco, discursando para público com mais de 13 mil pessoas no Recife e destacou o desejo de voltar a cuidar do povo brasileiro

O candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), encerrou sua passagem por Pernambuco, com grande ato político realizado na casa de shows Classic Hall, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, na última quinta-feira (21). Ele estava acompanhado pelo candidato a vice, Geraldo Alckmin (PSB).

Apoiadores de Lula começaram a chegar ao local do evento no inicio da tarde, e aos poucos a casa de shows ficou lotada. Integrantes de movimentos sociais, grupos de maracatu, representantes de grupos indígenas e sindicatos, além de artistas do cenário pernambucano, participaram do ato político.

O ato que estava marcado para começar às 17h, começou com 1 hora de atraso, com discursos de pré-candidatos a deputado e lideranças sindicais. Após os discursos, Lula subiu ao palco e foi aclamando pela multidão. Com a presença de Lula, foi executado o Hino nacional do Brasil e de Pernambuco.

Lula iniciou sua fala, citando sobre as mentiras disseminadas contra ele; abordou assuntos importantes como a devastação na Amazônia, o desemprego, os muitos trabalhadores (as) sem registro profissional, e da fome que atinge parte da população brasileira, onde muitos têm se alimentado de carcaças de animais. Ele destacou a sua vontade de voltar a cuidar do povo, após ver que o Brasil só andou para trás nos últimos anos, e que milhões de pessoas voltaram a não ter o que comer.

O ex-presidente reafirmou seu compromisso com o povo brasileiro, enfatizou sobre as conquistas positivas, e das políticas públicas criadas enquanto foi presidente.
Lula encerrou sua participação dizendo que vai voltar várias vezes a Pernambuco, e concluiu dizendo “Quero voltar e governar este país olhando na cara do povo mais humilde, do povo mais sofrido, porque este país tem que respeitar. As pessoas vão voltar a comer a ter emprego e a se vestir decentemente. Ninguém tem que andar de cabeça baixa”.

 

 

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito + seis =

Seja bem vindo ao SINDMETAL-PE

WhatsApp